5º livro de 2015 – Paula, Isabel Allende

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

Este livro foi escrito por Isabel enquanto sua filha Paula esteve doente, de dezembro de 91 a dezembro de 92.

Paula tinha porfiria hereditária.

Isabel estava na Espanha promovendo seu novo livro quando soube que a filha, que estava internada para tratamento da doença havia entrado em coma.

Enquanto parava sua vida para cuidar da filha, Isabel ía escrevendo em um caderno a história de sua família para que Paula a lesse quando superasse a doença.

Paula faleceu sem ter recuperado a consciencia, mas através da narrativa de Isabel ficamos conhecendo um pouco desta familia de loucos adoraveis. Em A Casa dos Espiritos, inspirada em sua avó Clara, ja ficamos sabendo um pouco.

É muito penoso ler a dor daquela mãe, palavra por palavra, uma dor revoltada no inicio, e conformada ao fim de um ano de angustias.

Eu nem precisaria ver a foto de Paula na capa do livro para fazer dela um retrato, tão fiel foram as descrições de Isabel, de seu rosto fino e delicado, seus cabelos longos e negros, suas saias compridas, sua silhueta magra e flexivel “como um junco“, nas palavras da mãe.

Uma declaração de amor misturada a histórias de familia e a violenta história do golpe militar no Chile, nos anos 70.

Querida Isabel, tão pequena e tão forte, não me canso de ler seus livros.

Mas ler Paula doeu demais. Lindo.

isabel e paula

Mae e filha.

Publicado em livros | 1 comentário

Como o sol vê você, ou How the sun sees you

Este post é pra voce que economiza no filtro solar, e passa aquele titiquinho bem esfregado no rosto.

Não é de hoje que falam que o filtro solar é necessario, mas enquanto não aparecem sinais significativos de envelhecimento não corremos atras não é mesmo?

Parece preguiça, ou medo de ficar com a cara melada, mas é so escolher um bloqueador  sequinho aplicar logo apos lavar o rosto.

Aplique sua maquiagem por cima depois.

No filme abaixo, as pessoas não desconfiam o estrago causado pelo sol até terem seus rostos iluminados por uma luz ultravioleta.

É  isso: quando for usar o filtro, imagine que voce quer que TODO o seu rosto fique protegido…e seja generoso.

Publicado em coisas que passam na minha cabeça | 1 comentário

o balanço de 2014, perdas e ganhos

2014 foi um susto não foi???

Passou rápido, com seus dias curtos, tarefas das quais eu parecia não dar conta de realizar, ganhei muito e perdi tambem.

A rotina da casa toda alterada com mr husband mudando o local de trabalho.

Os filhos terminando etapas de seus estudos, iniciando outras.

Uma eleição desastrosa, depois de tanta esperança e  um país dividido.

Novas amizades.

Amizades perdidas.

Voce até se magoa por um tempo pelas amizades que terminam, mas depois de analisa-las bem, ve que nunca foram amizade: eram uma afinidade passageira, ou interesse puro e simples.

A maior perda do ano foi de uma pessoa que conheci através do blog, como leitora e depois descobri que era muito mais proxima de mim do que eu imaginava.

Aliás, quantas pessoas conheci através do blog, quantas estão comigo até hoje, e outras com as quais perdi contato, mas ainda me lembro bem.

Minha amiga, Maria Emilia de Almeida.

Comentava em todos os posts, e não só nos meus blogs, mas tambem nos dos meus amigos, sempre em tom educadissimo, engraçado…leve.

Conversavamos por e-mail ate que um dia ela me contou divertidissima, que trabalhavamos no mesmo lugar…eu aqui ….ela em SP.

Ela ficou guardando esta informação um bom tempo e esperou o momento certo. Era uma caracteristica da Emi, o humor fino.

Fui conhece-la e não me surpreendi com a elegancia do terninho em tom pastel, o rosto de traços finos, o sorriso meigo, olhos escuros e tristes.

Eu ja a conhecia de outras dimensões.

Me apoiou em cada situação esta moça!!!!Contava cada probleminah de casamento e filhos e ela, mesmo sem ser casada e sem nunca ter tido filhos, tinha a palavra certa para aconselhar…era o tipo de pessoa que tinah vindo ao mundo pra orientar, ajudar.

Compartilhavamos de tantos gostos! Flores e cães, livros, amigos.

E haviamos nos falado um pouco antes das minhas ferias de dezembro. Não desconfiei da recaida da doença…

Em janeiro quando chego ao trabalho, o balde de agua gelada veio através de um e-mail corporativo. Que modo de saber…

Inacreditavel, eu quis pensar que era outra pessoa.

Fui atrás das pessoas que tinham amizade com ela e confirmei a perda.

PERDA.

Que egoista eu fui de chorar a minha amiga e nem me lembrei de como estaria a familia dela, ela que sempre foi tão carinhosa com irmãos e sobrinhos, com os pais.

Perder esta amiga foi significativo. Uma perda que não tem volta, não se recupera, não se substitui.

Ela se foi antes que eu desse um adeus. Eu precisava me despedir dela.

Quase um mes depois, eu agora me lembro dela assim, indo embora decidida, sem olhar pra tras, se perdendo na luz do sol entre as arvores.

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

É uma despedida digna para uma grande amiga.

Publicado em A vida tem destas coisas | 3 Comentários

4º livro de 2015 – A Vingança, de Christopher Reich

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

Continuação de A Farsa ( resenha aqui)

A trama de A Vingança se passa seis meses depois do Dr Jonathan Ramsom sofrer um acidente com sua esposa Emma. Ela desaparece, mas Jonathan descobre que todo o passado de Emma é uma mentira e ela é uma agente secreta.

Jonathan continua sua vida sem Emma, mas numa viagem a Londres para participar de uma palestra.

Reencontra Emma e descobre seu plano para explidor uma bomba em frente a um predio de um ministerio.

Incriminado como cumplice, Jonathan foge para não entregar a mulher que ama.

Daquele tipo de livro qeu daria um bom filme com a Matt Damon.

PS: tem uma continuaçao que é A Traição

Publicado em livros | Deixe um comentário

3º livro de 2015 – Bellíssima, de Nora Roberts

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

A Biblioteca Municipal de Araçatuba tem uma coleção imensa de Nora Roberts, que tambem escreve uma linha de suspense assinando como J.D. Robb.

Ja devo ter lido alguma coisa dela…mas frequentemente a confundo com Danielle Steel…

ok, não me culpem, mas é facil misturar estas mulheres que alem de tudo ainda sao mães de um monte de filhos, moram em casas imensas cravadas em verdes jardins e parecem estar sempre impecáveis com suas calças beges e camisas brancas, com uma grande caneca de café na mão escrevendo sem bloqueio nenhum seus livros num velho Mac…

Fui longe no devaneio né?

Então vamos lá:Miranda Jones é o que eu e o resto da torcida do palmeiras queria ser: alta ( 1,80), magra, ruiva, dona de um par de olhos azuis lindos, rica , inteligente e famosa em sua área.

Quando a sua ultima autenticação é declarada falsa, Miranda se desespera e vai atras de investigar onde esta o erro e descobre uma trama para incrimina-la.

Conhece o ladrao de artes Ryan Boldari, mezzo irlandes, messo italiano, imaginem o resultado.

Ryan é quem vai ajuda-la a descobrir tudo.

O romance é bom, ok? mas algumas partes são tão falsas… por exemplo: como hoje em dia alguem consegue entrar num museu e roubar uma estatua de bronze de 90 centimetros?

Eu não consigo nem entrar no predio em que trabalho sem passar pela cancela e as cameras.

Ladroes de arte morreram com Crown, o Magnifico.

Publicado em livros | Deixe um comentário

2º livro de 2015 – O Fantasma de Manhattan, de Frederick Forsith

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

De Frederick Forsith eu li os mais antigos: O dia do Chacal, O Dossie Odessa, O quarto Protociolo, Sem Perdão, A Alternativa do Diabo, etc…

Todos da época que eu ainda não tinha o blog com as resenhas.

O Fantasma de Manhattan foi escrito em 99 e a história se passa em 1906.

Forsith escreveu o que denominou “uma continuação do Fantasma da Ópera”.

Ou seja … continua a partir de seu desaparecimento nos subterraneos de Paris, depois de sequestrar Christine e ve-la ser salva por Raoul.

Com ajuda de sua benfeitora Erik ( o fantasma) vai parar nos EUA onde consegue ficar rico.

Usando um rico empreendendor como testa de ferro, ele constroi um teatro dedicado a peras para onde pretendo atrair Christine.

Acostumada aos livros de espionagem e ficção de Forsith nem me pareceu o mesmo escrito.

O que é ate bom, sei lá…o que acham? Que um escritor deve se aventurar a escrever sobre novos temas de vez em quando mesmo depois de ter se tornado famoso em um tema especifico?

Publicado em livros | 2 Comentários

1º livro de 2015 – Se Eu Ficar – de Gayle Forman

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

Se Eu Ficar, de Gayle Forman.

Mia tem 17 anos, esta no ultimo ano do Ensino Médio e toca violoncelo.

Ela está em duvida vai para Juilliard estudar seu instrumento preferido, pois isto a afastaria de seu namorado Adam.

Mia tem uma familia perfeita com pais incriveis: Kat e Danny. E tambem um irmãozinho mais novo, Teddy, que ela adora.

O que parecia ser apenas um passeio de carro se transformou num acidente horrivel e lá esta Mia, fora de seu corpo, olhando para a tragédia. Enquanto olha os procedimentos usados para mante-la viva e depois seu corpo em coma, Mia vai voltando ao seu passado e contando como conheceu sua melhor amiga, Kim e seu namorado Adam.

Gente entre a vida e a morte e interagindo com vivos: livros e filmes assim tem aos montes.

Mais um dramalhão adolescente, mas eu até gostei…mais do que A Culpa é das Stellas, ops Estrelas.

 

Publicado em livros | Deixe um comentário

45º livro de 2014 – A Casa da Praia – Jane Green

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

Nan Powell é uma senhora de 65 anos, saudavel e atlética.

Pausa: ahhhhh senhorinahs atleticas me deixam com raiva do meu sedentarismo, pois desde que quebrei a perna vivo de caminhar dois dias por semana com cervejinha no final, mas vamos lá…

Nan vive sozinha num casarão antigo e estiloso em Nantucket. Um dia descobre que suas economias não estavam tão bem quanto imaginava e resolve transformar sua casa em pousada.

Não muito longe dali tres pessoas vivem conflitos que precisam ser resolvidos de imediato: Daff, Daniel e Michael ( filho de Nan)

É como se estas pessaos estivessem caindo em direção uma da outra e é na casa de Nan que se encontram.

Um romance lindo e colorido.

ps: vale lembrar que eu começo a minha jornada literaria a cada ano com a intenção de ler 50 livros ( o ano tem 52 semanas, um livro por semana seria o ideal). não estou conseguindo chegar a isto …mas o resultado ja me deixa bem satisfeita.

 

Publicado em livros | Deixe um comentário

44º livro de 2014 – O Ultimo Contato -Louise Voss e Mark Edwards

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

Um daqueles livros que parece filme, entenderam? A gente até coloca as caras dos nossos atores preferidos nos personagens.

Kate  Maddox é uma virologista que volta a Inglaterra com seu filho de 6 anods, Jack, fugindo de um casamento mal sucedido.

A intencão é procurar um emprego ali, mas o que ela não sabia é que estava sendo monitorada a muitos anos…

Eletrizante…

Publicado em livros | Deixe um comentário

43º livro de 2014 – O Silencio das Montanhas – Khaled Hosseini

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

De Khaled ja li A cidade do sol e O caçador de pipas, excelentes.

Eu não esperava menos de O Silencio das Montanhas.

A história conta a separaçao do menino Abdoullah então com quase 10 anos de sua irmãzinha Pari, de 3 anos.

Orfãos de mãe, as crianças são criadas com dificuldade pelo pai e a madrasta numa pequna aldeia de Cabul.

Pari é dada em adoção para a familia da poetisa Nila e é criada com luxo. Enquanto que Abdoullah segue sua vida.

Nos sessenta anos de narrativa, suas histórias se cruzam, sem que estes dois irmãos se encontrem.

Muitos por ai dizem que o romance é muito dramático,e é mesmo, se comparado aos dois anteriores.

Mas é um retrato perfeito da vida daquela povo sofrido do Afeganistão e das várias mudanças ( e retrocessos) pelo qual o país passou nestes anos

Publicado em livros | Deixe um comentário