e o fim do dia trouxe o frio

igualzinho domingo passado!

eu espero chuva tambem, para lavar os telhados sujos da fuligem do que parece ser queima da palha da cana, mas ambem pode ser obra de gente que tem mania de por fogo no mato.

não é o fim do mundo que as pessoas, podendo colocar as folhas num saco de deixar para os lixeiros levarem, optam por fazer uma fogueirinha com elas?

eu já indiquei esta leitura aqui, mas vou indicar de novo: crime ambiental – as queimadas de cana, de augusto martini.

Anúncios

Sobre coisadelilly

mulher, mãe e esposa, workaholic; uma inconformada com a situação mundial; uma pessoa que ama cães, caminhar, ir a liquidações, comer jujubas; viciada em seriados americanos; prendada mas sem tempo de colocar em pratica suas habilidades; desprovida de inveja e más intenções; uma pessoa que adora joaninhas, pink, flores, romantismo, craft, musica; um pé no presente, um no passado, a cabeça no futuro; uma pessoa nada facil; que tenta se livrar do saco de ossos de vidas passadas, que vive o agora; que esqueceu o que não devia e lembra o que não quer; uma pessoa na versão enciclopédica 2.0 que não pode ser resumida.
Esse post foi publicado em Considerações sobre o NADA. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para e o fim do dia trouxe o frio

  1. Luciana Bombonato disse:

    Oi Lilian, gostei demais do texto do Augusto. Vim de Minas há um ano e estou completamente horrorizada com as queimadas de cana aqui em SP. Aqui em Araraquara “chove” cinzas das queimadas e a casa inteira fica recoberta de um pó preto (e isso acontece quase todos os dias!!!). Imagina o que isso faz com o pulmão?!? De qualquer maneira, acho difícil o Governo decidir mudar a situação. O Globo Rural fez ontem uma reportagem sobre isso (bem rapidinha e sem entrar muito no mérito da questão… é claro!!) Mas o que eles falaram e que eu não sabia é que, antes de fazer a queimada, o proprietário pede permissão do Governo. Eu achava que o Governo fazia de conta que não via. Agora percebi que ele não só sabe o que acontece, mas também dá seu aval. Mas uma coisa é certa: o álcool não é mesmo uma energia limpa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s