na fila da comida

voces sabem quer minha vida ultimamente tem sido encostar o umbigo em balcão de restaurante por quilo ou rotisserias.

porque faço o básico: um arroz-feijão-leguminho-saladinha e compro uma carne. geralmente escolho um prato e já saio.

mas tem dia que tudo parece extremamente gostoso, então eu pego rapidamente 4 de tudo que vejo na frente!

e quando os meninos perguntam o que tem pro almoço eu respondo:

_menu de degustação.

e eles sabem que tem carne vermelha ( boi e porco), frango,  peixe e até sushi, banana a milaneza, souflé  e pastelzinho.

é uma forma de experimentarem comidas diferentes (trocando em miudos: come ou passa fome).

então tá: tantos minutos diários na fila da comida me faz analisar as pessoas que estão ali na mesma situação que eu, e depois de pesar os prós e os contras, não é que tem dia que eu me irrito com elas???

no restaurante por quilo por exemplo, eu vou pegar só carne mas na minha frente tem uma mocinha…eu não posso furar a fila certo?

então vou pacientemente ( e quem me conhece sabe o tamanho do mue pavio) atras dela esperando que ela coloque no prato:

1 sushi, 1/2 folha de alface, 1 colher da salada de soja, 4 macarroes parafusos ( um de cada cor, ela escolheu!), uma uva itália, um tomatinho cereja, uma colher de arroz integral com uns graozinhos de feijão, uma colher de macarrão, 1 caneloni, 1 pedaço de 3 x 3 cm de carne de panela, 1 bifinho de frango do tamanho de uma bolacha maria, um filezinho de peixe do tamanho de uma tampa de caneta bic, uma colher de chá de farofa.

e  prato dela pesou 300 grs! isso porque a cada escolha ela fazia uma leve meditação, talvez calculando as calorias, seiláoque.

ahhh puta merda, pega arroz, uma carne, salada, legumes e pronto!desocupa a fila!

o mundo nao vai acabar hoje, deixe pra experimentar outros  pratos durante o resto da semana! aliás, restaurante é como a gente: o que repete de cardápio…

isso me irrita até o nervo do dente!

mas hoje eu não fui no restaurante por quilo, fui na rotisseria do coopbanc.

lá é diferente: as moças servem voce no balcão.

eu já tinha o famoso trio: arroz -feijão-salada (de beterraba).

pensei num filé de frango a milaneza e algo cremosinho pra acompanhar.

não tinha nada cremoso e o filé de frango acabou na vez da  moça da frente;  e ficamos esperando o filé dar o ar da graça enquanto todo mundo passou na nossa frente.

ok, veio o filé e ela começou os pedidos, e em vez de virem me atender, deixaram a moça que atendia a loira (vagarosa) me atender quando estivesse livre.

a loira pediu o filé de frango ( benhê eu quero dois bem fininho), e eu pensei:_ oba depois já é a minha vez.

mas ela continuou com os pedidos.

_me ve meia xícara de feijão...

( meia xicara? cozinha e congela minha filha!!! ela precisa frequentar este blog, e aprender a cozinhar o feijão como a Rosangela ensinou)

_uma pequena de arroz…

(arroz é o tipo do prato básico, ele se faz sozinho, fala sério)

_me dá um pouco de chalchicha ( ela falou assim mesmo tá?alem de vagarosa é burra), assim uns 6 pedaços…(cada salsicha era cortada na metade, então ela queria 3 salsichas? putzzz, quem compra salsicha no molho??? abre uma lata de pomarola e joga a bicha lá)

_dois bifinhos…não!! menor!…menor!!! aí,  tá bom!

(felizmente ela concordou sobre o tamanho dos bifes)

_uma colher grande de farofa…

(tomara que ela engasgue)

_um bifinho de frango no molho de champignons…

(um????ela não estava fazendo pedidos pares, de dois? 6?)

nisso eu estava vendo todo mundo que estava atras de mim  passando na minha frente e pedindo o frango que eu estava esperando!!!

fiquei P da vida.

contei até 10 e pedi pra ser atendida pois ja estava lá a mais tempo. uma das atendentes notou e correu com meu pedido.

peguei a comida e sai de lá bufando!

porque eu nao me conformo como tem gente nojenta e sem noçao, espaçosa e que não percebe como empata a vida dos outros.

prontofalei.

Sobre Lilian

mulher, mãe e esposa, workaholic; uma inconformada com a situação mundial; uma pessoa que ama cães, caminhar, ir a liquidações, comer jujubas; viciada em seriados americanos; prendada mas sem tempo de colocar em pratica suas habilidades; desprovida de inveja e más intenções; uma pessoa que adora joaninhas, pink, flores, romantismo, craft, musica; um pé no presente, um no passado, a cabeça no futuro; uma pessoa nada facil; que tenta se livrar do saco de ossos de vidas passadas, que vive o agora; que esqueceu o que não devia e lembra o que não quer; uma pessoa na versão enciclopédica 2.0 que não pode ser resumida.
Esse post foi publicado em isso me irrita!!!, vamos irritar a Lilly?. Bookmark o link permanente.

5 respostas para na fila da comida

  1. Sil disse:

    Lilly, muitas vezes me pego pensando que nem você em filas de self-service. Tenho verdadeira alergia a gente LERDA. Acho o cúmulo e fico p.. da vida com gente que dá uma de tartaruga engessada na fila do restaurante… acho falta de educação e falta de respeito para com os outros. Gente assim não tem consciência de que não está em sua casa, mas sim em ESPAÇO PÚBLICO.

    Do outro lado, acho que muitos donos de restaurante deveriam preparar melhor seus empregados para serem mais rápidos no atendimento e na reposição dos alimentos. Acho o fim ter de esperar a pessoa demorar séculos pra buscar mais filés na cozinha porque acabou o do buffet.

    Tô contigo! Dá vontade de promover a campanha “Seja EDUCADO na fila do self-service. Traduzindo: seja RÁPIDO.”

    Sil
    esquinadasil.blogspot.com

  2. Le disse:

    Eu já teria desistido ou estressado. Na verdade acho q nunca mais voltaria nesse lugar rsss.
    Eu heim, odeio demora. Mas nem sempre a gnt consegue tudo rapidamente =/

  3. MCris disse:

    KKKKKKKKKKKKKKK. Você é dez. Vou indicar seu blog para Marise, minha amiga., ela tem que ler isso. Ela fica doente em fila de restaurante. ” – Tudo bem que somos oque comemos, mas PELO AMOR DE DEUS, tem gente que parece estar fazendo a escolha mais importante da vida”. dizia ela.

  4. Emília disse:

    Existe gente assim mesmo!!! Mas a bonitinha que você teve que encarar sabia exatamente a quantidade do pouco que ela queria. As vezes tem que se encarar pessoinhas que pegam meia colher de arroz e depois resolvem pegar mais uns grãozinhos e assim segue…uma folhinha de alface depois mais umazinha, às vezes é possível furar a fila sim…enquanto a criaturinha está lá meditando no pego ou não pego mais uma tirinha de escarola a gente passa na frente e elas nem percebem…

  5. Carol disse:

    Rs…tb tenho PAVOR de gente que empata a fila…morre de vontade de dizer “anda logo cara***!!!”.

    Uma sugestão pros donos de restaurante é que façam duas filas: uma pros lerdos e outra pros decididos, que já entram sabendo o que vão pegar. ^^

Deixe uma resposta para Carol Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s