felicidade

hoje quando cheguei ao trabalho, correndo e bufando, despejei o trabalho na mesa, e fui baixar meus e-mails.

tinha uma msg de uma amiga querida, a Rosa F.

pausa pra falar mal da Rosa: alta, magra, linda, loira e de olhos verdes, é o tipo de mulher que quando voce conhece já pensa: ihhhh será que vou gostar dela?

mas quando a conheci fiquei de cara no chão: ela não é só simples como é boa tambem, tem uma conversa agradavel e inteligente, é uma super mãe, ama aqueles filhos e adora animais.

apesar de encontra-la poucas vezes, é bom saber que o mundo é povoado de pessoas como ela.

o artigo enviado é de uma das minhas escritoras preferidas, Leila Ferreira (aquela do shampoo errado, lembram?) falando sobre felicidade.

achei uma delícia, aliás, como tudo o que a Leila escreve.

Minimamente feliz – A felicidade é mesmo um estado mágico e duradouro?

A felicidade é a soma das pequenas felicidades. Li essa frase num outdoor em Paris e soube, naquele momento, que meu conceito de felicidade tinha acabado de mudar.

Eu já suspeitava que a felicidade com letras maiúsculas não existia, mas dava a ela o benefício da dúvida. Afinal, desde que nos entendemos por gente aprendemos a sonhar com essa felicidade no superlativo. Mas ali, vendo aquele outdoor estrategicamente colocado no meio do meu caminho (que de certa forma coincidia com o meio da minha trajetória de vida), tive certeza de que a felicidade, ao contrário do que nos

ensinaram os contos de fadas e os filmes de Hollywood, não é um estado mágico e duradouro.

Na vida real, o que existe é uma felicidade homeopática, distribuída em conta-gotas. Um pôr-de-sol aqui, um beijo ali, uma xícara de café recém-coado, um livro que a gente não consegue fechar, um homem que nos faz sonhar, uma amiga que nos faz rir.

São situações e momentos que vamos empilhando com o cuidado e a delicadeza que

merecem alegrias de pequeno e médio porte e até grandes (ainda que fugazes) alegrias.

‘Eu contabilizo tudo de bom que me aparece’, diz Fabiana, também adepta da felicidade homeopática. ‘Se o zíper daquele vestido que eu adoro volta a fechar (ufa!) ou se pego um congestionamento muito menor do que eu esperava, tenho consciência de que

são momentos de felicidade e vivo cada segundo.’

Elis conta que cresceu esperando a felicidade com maiúsculas e na primeira pessoa do plural: ‘Eu me imaginava sempre  com um homem lindo do lado, dizendo que me amava e me levando pra lugares mágicos. Agora, viajando com frequência por causa de seu trabalho, ela descobriu que dá pra ser feliz no singular: ‘Quando estou na estrada dirigindo e ouvindo as músicas que eu amo, é um momento de pura felicidade. Olho a paisagem, canto, sinto um bem-estar indescritível’.

Uma empresária que conheci recentemente me contou que estava falando e rindo sozinha quando o marido chegou em casa.

Assustado, ele perguntou com quem ela estava conversando: ‘Comigo mesma’, respondeu. ‘Adoro conversar com pessoas inteligentes’ Criada para viver grandes momentos, grandes amores e aquela felicidade dos filmes, a empresária trocou os roteiros fantasiosos por prazeres mais simples e aprendeu duas lições básicas: que podemos viver momentos ótimos mesmo não  estando acompanhadas e que não tem sentido esperar até que um fato mágico nos faça felizes.

Esperar para ser feliz, aliás, é um esporte que abandonei há tempos. E faz parte da minha ‘dieta de felicidade’ o uso moderadíssimo da palavra ‘quando’.

Aquela história de ‘quando eu ganhar na Mega Sena’, ‘quando eu me casar’, ‘quando tiver filhos’, ‘quando meus filhos crescerem’, ‘quando eu tiver um emprego fabuloso’ ou ‘quando encontrar um homem que me mereça’, tudo isso serve apenas para nos distrair e nos fazer esquecer da felicidade de hoje.

Esperar o príncipe encantado, por exemplo, tem coisa mais sem sentido? Mesmo porque quase sempre os súditos são mais interessantes do que os príncipes; ou você acha que a Camilla Parker-Bowles está mais bem servida do que a Victoria Beckham?

Como tantos já disseram tantas vezes, aproveitem o momento, amigos.

E quem for ruim de contas recorra à calculadora para ir somando as pequenas felicidades. Podem até dizer que nos falta ambição, que essa soma de pequenas alegrias é uma operação matemática muito modesta para os nossos tempos. Que digam.

Melhor ser minimamente feliz várias vezes por dia do que viver eternamente em compasso de espera.

Leila Ferreira é jornalista, apresentadora de TV e autora do livro ‘Mulheres – Por que Será que Elas…’ da Editora Globo.

ps: pra mim a felicidade está nas coisas que a maioria das pessoas acha que é gratis: ver o sol saindo devagar por tras das nuvens, sentir cheiro de café coando, ou da comida da mãe… ganhar beijo de filho, oi de amigo, lambida de cachorro…tomar um sorvete num quiosque num dia quente…receber  um elogio sincero…fazer um trabalho bem feito.

a esta altura da vida, já não sonho com o oceano, mas com as gotinhas da chuva.

Sobre Lilian

mulher, mãe e esposa, workaholic; uma inconformada com a situação mundial; uma pessoa que ama cães, caminhar, ir a liquidações, comer jujubas; viciada em seriados americanos; prendada mas sem tempo de colocar em pratica suas habilidades; desprovida de inveja e más intenções; uma pessoa que adora joaninhas, pink, flores, romantismo, craft, musica; um pé no presente, um no passado, a cabeça no futuro; uma pessoa nada facil; que tenta se livrar do saco de ossos de vidas passadas, que vive o agora; que esqueceu o que não devia e lembra o que não quer; uma pessoa na versão enciclopédica 2.0 que não pode ser resumida.
Esse post foi publicado em coisas que gosto. Bookmark o link permanente.

4 respostas para felicidade

  1. Camila disse:

    Perfeito o texto! e acrescento, é o fato de saber que a felicidade está aí no dia a dia que faz com que, quando o momento não é tão feliz, a gente tenha paciência e espere na boa, porque a felicidade logo vai retornar.
    Beijo!
    Camila

  2. Emília disse:

    Vamos combinar que Victoria Beckham é apenas uma grife ambulante porque beleza ali passou looooonge. Principe Charles e Camila é a prova de que no amor beleza não é tudo, tanto é que o Principe Charles foi prá lá de infeliz com a bela Diana. A Felicidade é um estado de espírito, feliz mesmo é aquele que é feliz apenas por ser, sem que precise ter algo como condição para ser feliz.

  3. Júlia Albuquerque Vieira disse:

    Lilly,
    Parabéns pelo mote que deu origem ao texto de sua amiga e parabéns a ela por um texto tão verdadeiro, sempre fui de saber ser feliz devagarinho, o amigo que me manda uma mensagem, o livro que tanto queria e acabo por ter possibilidade de comprar, o ir a correr lê-lo, a série que acompanho na tv, o filme que tanto queria ver e vou, ah o cheirinho do café acabadinho de fazer, a amiga que me ofereceu a máquina da Nespresso aquela do bonitão do George Clooney, passo por ela lá na cozinha e digo sempre olá amiga, os gatinhos que vejo da minha janela, a casa que tenho pero da praia e para a qual irei passar uns meses quando o calor começar(estou a falar de Lisboa) os pés na areia morna, a saudade que tenho de minha mãe com quem partilhava meus gostos e agora está lá no céu fazendo o ceu mais brilhante e você deve estar a pensar a saudade a faz feliz “é maluca” não é isso é o ter tido o privilégio de ter aquela mãe linda, amiga, companheira e sempre actualizada todas as minhas amigas tinham ciumes por eu ter aquela mãe…não é para ser feliz? Amiga tantas pequenas/grandes coisas nos fazem felizes. E depois também há as outras que nos trazem a infelicidade … mas essas se a menina quiser fazemos outro post.
    Beijos querida e faça o favor de ser feliz (como dizia um grande actor português)

    Júlia Albuquerque Vieira (Lisboa)

  4. Paula disse:

    Amiga, q texto lindo….confesso q no dia q recebi, fiquei com preguiça de ler mas hj, mais paciente, achei a msg profunda….mt obrigada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s