Um dia ainda vou ser uma dona de casa chique!

Hoje a Luciana Bombonato me disse num mail:

_ ahhh fala mais da ex-pregada, eu ria tanto com as estórias!

Lu, amiga…agora eu sou um membro orgulhoso do M.S.E. ( Movimento das Sem Empregada) nem quero mais tocar neste assunto, me liberei!

Voces riam quando eu contava as estripulias da dita cuja né? Mas minha pressão ía lá em cima, 15 x 9! Estou bem melhor sem ela, creiam, só com faxineira.

Implantei meus métodos, minhas regras…

Ontem eu estava preparando o almoço, mr husband sentado no balcão bebericando uma cervejinha.

Eu alí ajudando a beber, pois estamos casados na alegria e na tristeza, na saude e na doença, na cervejinha, no vinho, no licor…

Anyway…alí ficamos trocando ideias e eu disse que estou realmente feliz de estar fazendo aquelas coisas que durante anos deixei pra outra pessoa fazer.

Claro que tem dia que estou a-ca-ba-da, e lembro com saudade de quando eu chegava as 12:30 e o almoço estava na mesa.

Hoje quando eu chego ainda vou finalizar o almoço…e quando volto para o trabalho ainda deixo a cozinha limpa, então é uma puta baita diferença, tenderam?

Mas estou melhorando em muitos aspectos. E aprendendo ( antes tarde que nunca).

Por exemplo, sexta eu fiz um lagarto tão bom que eu mesma me surpreendi.

Faço um bolo honesto, de caixinha, e fica ótimo. As vezes até espalho um pouco de farinha no ombro e em volta e digo que eu mesma fiz.

Proximo passo é desencaixotar os bolos e fazer caseiros, com um toque de mãe.

E aprender a fazer um pão decente.

E ontem eu não tinha nada pra fazer e passei toda a roupa de cama. Quem diria hein? Se eu não tivesse nada pra fazer antigamente, iría dormir. Ou passear…mas encarei a tabua e o ferro na boa.

Percebi que sou mais insegura na cozinha do que incompetente. E no fundo é medo de ser comparada ( sou de uma familia de excelentes cozinheiras) ou receber uma crítica.

Se ainda não cozinho tão bem, pelo menos sou organizada e limpo uma casa melhor que muita neurótica em limpeza.

Acho que uma coisa compensa a outra, e eu não vou ficar procurando ser a perfeita, mesmo porque gente perfeitinha é nojenta e falsa.

Tem quem cozinhe melhor que eu? tem…mas se a casa dela for mais bagunçada que a minha estamos empatadas.

Aí se eu tenho a casa limpa e COMPRO uma comida di-li-ça e sirvo numa travessa legal, o jogo acaba em 2 X 1 ( pra mim óbvio)…

Pois sou da opinião que pra transformar uma comida de restaurante em comida caseira é só compra-la e leva-la pra casa.

Entenderam? claro que sim, todo mundo faz isso…

Está sendo uma experiência magnifica tomar as rédeas da minha casa, cuidar de tudo.

Ainda me descabelo, corro muito pela casa, mas um dia ainda farei tudo de salto alto e pérolas, como a mocinha aí de cima.

Anúncios

Sobre coisadelilly

mulher, mãe e esposa, workaholic; uma inconformada com a situação mundial; uma pessoa que ama cães, caminhar, ir a liquidações, comer jujubas; viciada em seriados americanos; prendada mas sem tempo de colocar em pratica suas habilidades; desprovida de inveja e más intenções; uma pessoa que adora joaninhas, pink, flores, romantismo, craft, musica; um pé no presente, um no passado, a cabeça no futuro; uma pessoa nada facil; que tenta se livrar do saco de ossos de vidas passadas, que vive o agora; que esqueceu o que não devia e lembra o que não quer; uma pessoa na versão enciclopédica 2.0 que não pode ser resumida.
Esse post foi publicado em A vida tem destas coisas, encarnando a Zefa, eu sou assim. Bookmark o link permanente.

7 respostas para Um dia ainda vou ser uma dona de casa chique!

  1. kelly kobor disse:

    Ai Lilly minha querida, de salto alto eu quero ver!!!!! rsrs Beijos

  2. Abelhinha disse:

    Querida Lilly para mim você já é a dona de casa mais chique que existe.
    A vida é mesmo assim andando e aprendendo, basta saber que fizemos o melhor que sabiamos e podiamos. Eu não tenho possibilidade de ter empregada, por isso tenho de ser mesmo eu a fazer as coisas, tem dias que é uma treta, mas tem outros em que dá uma sensação boa por estarmos a cuidar do nosso cantinho. Afinal, quem melhor do que nós para saber como gostamos das coisas feitas? Beijos grandes

  3. Silvana Fabbri disse:

    Oi minha linda, como você está?? vim aqui me atualizar das novidades, fui fazer aquele tal de cruzeiro …. detestei, mas peguei o Navio errado kkkkkk, fui pela CVC e não dá mesmo … virou povão, não que eu não seja povão, sou sim …. mas sou limpinha kkkkk, ô povo feio viu …. no próximo vou pelo COSTA, segundo minha mãe e minha tia eles são outro papo … enfim, valeu a experiência e pude ver do que se trata né …..

    Beijokas … tô de vorta !!!!!!

  4. Samantha disse:

    Eu tento ficar maravilhosa em casa, mas não dá, eu sou muito desastrada, rs! Quem sabe um dia agente chega lá? Mas acredite você já é uma dona de casa maravilhosa, é que mulher se cobra muito mesmo, eu também sou assim. Beijo!

  5. Erika Orlandini disse:

    Concordo em grau, número e gênero com vc. Sou adepta dessa “nova” tendência e não me arrependo. Com o passar do tempo fui simplificando minha casa de uma tal maneira que hoje já me sobra tempo para me arrumar, me divertir e acho linda a mesa com a comida comprada no restaurante em uma travessa maravilhosa. Beijos de uma perfeccionista e seguidora do blog que é muito fofo,Erika

  6. Sil disse:

    Lilly, fiquei contente de você estar se sentindo bem e feliz em sua nova fase. É isso aí! E os homens de tua casa já começaram a se acostumar a te ajudar em algo? Tomara!

    Prefiro o cansaço de ter que cuidar do apê a gente mesmo aqui do que ter empregada.

    Beijão!

    Sil
    esquinadasil.blogspot.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s