Ontem eu encontrei uma diarista que virá aqui em casa duas vezes por semana, vai limpar e passar a roupa que tiver.

Entrou, olhou a casa, e soltou: casa nova, tudo fácil demais.

Gostei dela. Já começa amanhã. Já estou encontrando resistencia do povo daqui de casa, pois acostumaram com empregada todo dia, não fazem nada para ajudar.

Falei que ela vem de 3ª e 6ª feira e que no resto dos dias é fácil manter tudo limpo e arrumado, e que conto com a colaboração de todos. Duvido que conseguirei.

E por outro lado,  me livro de encargos, pagamento de férias e 13º e a presença de uma pessoa todo dia na minha casa, pois eu sinto que isso tem me tirado a liberdade.

Percebi que quando tenho gente em casa limpando e eu tenho a chance de deitar um pouco, descansar, não o faço, pois acho que a outra vai pensar que sou va-ga-ba.

Ok, eu sei que tô pagando pra outra fazer, mas fica isso na minha cabeça. E sempre descanso com um livro na mão ou o note no colo. Dormir não. Sei que é besteira.

Ah, ontem tambem conversei com uma amiga que tem “empregada 3 xx por semana”; gente aí já é empregada tá? e não diarista, pois tem o tal vínculo empregatício. E é registrada, com recolhimento de INSS proporcional aos dias, ferias, 13º, etc… 

O salário gira em torno de 300-400 ( segundo o sindicato delas), e se pode parecer em conta ou proveitoso eu já acho que não é.

pelo menos minha amiga já está cheia da dela e vai pegar uma diarista 2 xx por semana.

PS: a minha moça atual atende pelo nome de Isaura, então tenho que me policiar: nada de cantar lere-lere na frente dela…

Anúncios

Sobre coisadelilly

mulher, mãe e esposa, workaholic; uma inconformada com a situação mundial; uma pessoa que ama cães, caminhar, ir a liquidações, comer jujubas; viciada em seriados americanos; prendada mas sem tempo de colocar em pratica suas habilidades; desprovida de inveja e más intenções; uma pessoa que adora joaninhas, pink, flores, romantismo, craft, musica; um pé no presente, um no passado, a cabeça no futuro; uma pessoa nada facil; que tenta se livrar do saco de ossos de vidas passadas, que vive o agora; que esqueceu o que não devia e lembra o que não quer; uma pessoa na versão enciclopédica 2.0 que não pode ser resumida.
Esse post foi publicado em empregadas, encarnando a Zefa. Bookmark o link permanente.

3 respostas para

  1. Marcia disse:

    kkkkkk Isaura? Tadinha…

    Mas olha Lily, quanto a colaboração dos demais habitantes da casa, sera dificil sim, aqui vos fala alguem que tem esta mesma experiencia: tres anos com empregada todos os dias e de repente, so uma vez por semana. Mas seja mais paciente que eles, pode ter certeza que farao de tudo pra vc mudar de ideia..rsrs E cada filho organizar as proprias coisas(sim, nao precisam passar disso e ja estarão ajudando muuuuuuito) só acrescenta, ja que ninguem sabe quando precisarao morar fora. Ja husband…é um caso a parte…
    bjs

  2. Emília disse:

    Lere-lere perto da Isaura?…mó mico.

  3. Rosi disse:

    Boa Sorte com essa Lilly’s!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Bj!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s