a quase ex-pregada

A mocreia desalmada vai embora.

 De boazinha-mas-sem noção ela se revelou uma oportunista safada.

Começou que era uma beleza: sabia cozinhar, a casa ficava limpíssima e cheirosa, era meiga, uma fofa.

Aí começou a pôr as manguinhas de for

Faltava quando queria e aparecia com atestado.

A casa ficava desarrumada, mas eu com a desculpa que ía mudar e que não valia a pena esfregar muito, fui deixando.

Quando eu falava algo que não havia gostado, dava respostinhas enviesadas. Corria com o serviço pra ir logo embora: nunca cumpriu as 8 horas.

Eu dava o dinheiro para o moto taxi e parei de dar quando ela comprou a moto.

Sim galera, se ela tem transporte próprio não faz jus ao auxilio transporte.

E não é que ela foi ao sindicato se informar se eu podia ou não retirar o auxilio transporte?

Lá ela disse que eu dava uma AJUDA DE CUSTO e não auxilio transporte. E ajuda incorpora ao salario, sabiam? Que sa-fa-da!

Aí veio dizendo que isso “incórpóróu” no salário dela

Incorporou o c_ _ _ _ _!!! Argumentei que nunca dei ajuda de custo, mas sim dinheiro pra moto taxi ( as vagabas nunca andam de onibus, umas fofas).

Ela sabia que estava errada e ficou bem quieta, mas aí começou a faltar mais.

E eu dando chance, pois penso nas contas que ela tem que pagar.

Mas sexta feira foi a gota: ela foi embora e deixou todos os banheiros pra eu lavar!

E me esperou sair as 13:50 e deu no pé as 13:55.

No sábado quando eu disse isso, ela avisou:

_eu to de aviso

_Uai…mas desde quando?

_Desde 16 de novembro

_Ah é?? então tá uai.

Vai tarde…

Agora vem a parte boa: querendo saber quanto eu devo pagar no acerto, fui ao sindicato delas.

Primeiro que te olham de cima e com desconfiança.

Lá patroa não tem vez, não tem credibilidade e não merece respeito.

Lá no sindicato a empregada pode mentir o que quiser e a patroa tem que provar a verdade.

O acerto é sempre favorável a ela, empregada, e o rapaz ainda teve a cara de pau de dizer que não é pela carteira que eu tenho que pagar e sim pela data que ela entrou.

Ela entrou em fins de dezembro e eu registrei no começo de fevereiro. Porque é o que todo mundo faz! Quem registra no dia seguinte?

Fala serio se eu vou registrando logo de inicio uma pessoa sem saber se ela é uma pistoleira? Mas pelo rapaz que me atendeu, eu devo registrar NO DIA SEGUINTE… ahhh então tá.

Aí me trataram tão mal e com tanta grossura, mas eu me despedi com educação (que fina eu sou né?), mas cá com meus botões desejando uma hemorróida flamejante pro talzinho que me atendeu. Extensivo a familiares.

A dita cuja carcará sanguinolenta fica até 15/12. E eu estou tentando não pegar outra, pois queria me livrar de vez desta raça.

Então é isso gente, empregadas, melhor pensar muito antes de ter uma.

Sobre Lilian

mulher, mãe e esposa, workaholic; uma inconformada com a situação mundial; uma pessoa que ama cães, caminhar, ir a liquidações, comer jujubas; viciada em seriados americanos; prendada mas sem tempo de colocar em pratica suas habilidades; desprovida de inveja e más intenções; uma pessoa que adora joaninhas, pink, flores, romantismo, craft, musica; um pé no presente, um no passado, a cabeça no futuro; uma pessoa nada facil; que tenta se livrar do saco de ossos de vidas passadas, que vive o agora; que esqueceu o que não devia e lembra o que não quer; uma pessoa na versão enciclopédica 2.0 que não pode ser resumida.
Esse post foi publicado em empregadas. Bookmark o link permanente.

9 respostas para a quase ex-pregada

  1. Marcia disse:

    Eu sabia que não ia durar… Pensa numa faxineira Lily, sem vinculos, trabalha em varias casas. Vai ficar doida no começo, mas no fim a gente se acostuma com tanta coisa, pq nao sem empregada, ne? Eu me acostumei…
    Bjs

  2. kelly disse:

    Tá, não pega outra e faz o que com as festas de fim de ano chegando? O pior é que essa mocréia que ta saindo ainda tá com cara de quem vai querer voltar pra justiça depois de sair como fez uma aqui comigo, confesso que depois disso desisti!!!!
    Boa sorte, beijos

  3. Silvana Fabbri disse:

    Lilly, as coisas parecem que correm paralelas com nós duas ….. sexta a fofa me estressou e no sábado liguei e demiti por telefone kkkkk, affff acho que vou me matar, estrupiar, me fu….. mas vou tentar ficar sozinha … já deu no saco kkkkkk.
    Beijokas

  4. a relação de emprego doméstico é complicada mesmo, porque o local de trabalho é a casa da gente.. pra gente é casa; pra empregada, é trabalho! melhor mesmo é pagar tudo direitinho ao que ela tem direito e conhecer os direitos & deveres dessa relação.. tem umas cartilhas já publicadas com orientações, deve ter algo na internet.. serve pro que ainda está por vir, de diarista a fixa! bjs,

  5. Lilly, mas que @$#%@*#¨@%!!!!!!
    Por isso digo: bem melhor a gente tentar se virar sem empregada, apesar do tanto de coisa pra fazer…é uma chatice a menos na nossa vida!!!!
    E como assim “que não é pela carteira que eu tenho que pagar e sim pela data que ela entrou” ? A carteira é documento. E como provar a data que ela entrou?

    Caramba….

    Beijo e sorte pra ti,

    Sil
    esquinadasil.blogspot.com

  6. Leticia disse:

    Nossa!
    Eu tenho diarista…mas não to contente não. Eu já venho pensando em trocar faz um tempo, porque ela é diarista da minha mãe e ela me trata igual retardada, sabe? Tipo, a patroa mesmo é a minha mãe… aqui na minha casa, o meu marido fala que ela manda em mim. E olha que pago mais do que a minha mãe paga. Faço mais serviço… tá, ok? Tenho casa maior…
    A gota d´água foi que ela virou pra mim e pediu aumento. Até ai ok! Liguei pra minha mãe e perguntei, ela pediu aumento? Não… Liguei pro meu irmão e perguntei: ela pediu aumento? Não… porra! Só pra mim? Ai, a minha mãe foi lá e perguntou… diz a dita cuja que tem mto serviço aqui em casa. Que aumentou desde que eu casei, porque agora eu cozinho, ela tem que limpar a cozinha (heim? Ela não limpava pro meu marido?) e tem mta roupa pra passar (detalhe, eu lavo tudo)… enfim, tá com os dias contados… já avisei a minha mãe que fez cara de choro e falou… ah! mas ela precisa… e eu respondi… ah! mas eu preciso ter paz! To procurando uma nova… se Deus quiser, ano que vem tá resolvido.
    Tá certinha, viu amiga…
    Beijos
    lelê

  7. Vivian disse:

    Ri demais desse post mas sei o quanto essas coisas irritam a gente! Aff! Eu tinha uma que eu abria a porta do elevador pra ela de manhã (tinha chave no elevador) e ela passava direto, nem falava comigo hahahaha
    Ninguém merece né!

    Tem uns sites de domestica que dizem que são ótimos. Nunca usei mas pode ser uma alternativa.

    Boa Sorte!

  8. Le disse:

    Minha mãe tb tava querendo pegar faxineira, mas amanhã começa uma nova mensalista. Vamos ver se dá certo… ai ai que saco.

  9. Nanda disse:

    Lily, eu concordo, é díficil mesmo, o melhor é um faxineira, diarista.Eu não tenho empregada, primeiro porque não tenho $$ pra isso, mas também pq mesmo se tivesse, não teria uma empregada fixa, uma pessoa estranha dentro de casa toda dia e para piorar que vai ficando folgada a cada dia que passa! Paga tudo pra ela, pois essa está com cara de quem gosta de “entrar na justiça”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s