na ponta da lingua

Sou a rainha da resposta pronta. São respostas que inventei pra não ficar ouvindo gente que bate na porta ou que tenta me vender algo.

Tem resposta pra tudo: pra vendedor de pano de prato, vassoura e rodo, pra testemunha de jeová, pra gente com receita de remédio na mão, pra vizinha mexeriqueira, tenho umas 15 respostas prontas já na ponta da lingua pra não ter o trabalho de pensar.

Bateu gente pedinmdo coisa eu já atendia a porta e gritava “ olha eu estou dando banho em um bebê de 9 meses, passe mais tarde ok?”. As pessoas entendiam e íam embora, afinal, criança é algo que não se pode negligenciar não é?

No começo era até verdade; eu poderia não estar dando o banho mas eu tinha os tais bebes, que hoje estão quase adolescentes. Lembro que um dia o pequeno, que deveria ter uns 4 anos, perguntou:”manhe, cade este bebe?”

Mas é uma desculpa ( e boooooa)  que eu uso até hoje. E os meninos dão risada!!

Tem a resposta para o vendedor de abacaxi : ” eu adoro abacaxi, mas me dá afta!”

Sempre deu certo; até ontem.

O cara veio com o famoso abacaxi besuntado de adoçante naquela mão que ele colocou sabeseláonde e praticamente pula na minha frente gritando:  “vai abacaxi aí moça?”

Como eu não tenho saco pra explicar que no supermercado o abacaxi é melhor e mais barato,  já dei a resposta da afta.

Ele rebateu: “leva pro maridão”

E agora? coloquei a mão pra tras, escondi a aliança e falei: “sou solteira”

E ele: “então precisa casar…”

Respondi que estava procurando um namorado e  ele bem rapidinho respondeu” epa, to na fila!”

hahahahahahah bem feito, quem mandou improvisar em cima de uma resposta tão boa?

Publicidade

Sobre Lilian

mulher, mãe e esposa, workaholic; uma inconformada com a situação mundial; uma pessoa que ama cães, caminhar, ir a liquidações, comer jujubas; viciada em seriados americanos; prendada mas sem tempo de colocar em pratica suas habilidades; desprovida de inveja e más intenções; uma pessoa que adora joaninhas, pink, flores, romantismo, craft, musica; um pé no presente, um no passado, a cabeça no futuro; uma pessoa nada facil; que tenta se livrar do saco de ossos de vidas passadas, que vive o agora; que esqueceu o que não devia e lembra o que não quer; uma pessoa na versão enciclopédica 2.0 que não pode ser resumida.
Esse post foi publicado em eu sou assim. Bookmark o link permanente.

3 respostas para na ponta da lingua

  1. Rosi disse:

    hahahahaahahaha!!!!
    Deixa eu te contar uma…um dia, quando era criança e minha mãe havia saído, estávamos eu e minhas irmãs brincando de boneca, o meu irmão era o eletricista, daí ele pegava pedaços de vela e prendia com barbante e iluminava a casa inteira,das bonecas.Bateu um homem na porta vendendo manga, todo mundo foi lá e atormentou o cara, enchemos a paciência dele, imagina, umas seis crianças ou mais. Quando o cara foi embora e voltamos para brincar tudo estava pegando fogo.Resumo: perdemos todos os nossos brinquedos naquela época. Depois ficamos com medo achando que tinha sido castigo pelo fato do vendedor de mangas…lembrando disso hoje é muito engraçado…lembro perfeitamente das nossas expressões de medo…

  2. Le disse:

    Estou rindo imaginando a situação. Que comédia.
    Esses vendedores enchem mesmo. Os do abacaxi com adoçante são os piores huahau.
    E quando é por telefone pedindo doação para o Lar não sei da onde, entidade que a gente nunca ouviu falar?? hahaha
    Tem também os insuportáveis dos cartões de crédito… esses ligam 300x, não desistem.
    Tenho uma amiga que diz que ajuda se também ajudarem a entidade que ela faz parte hahah (tudo inventado). Ela fala fala fala, aí a pessoa para de encher na mesma hora e nunca mais liga pedindo ajuda rs.
    Aqui em casa aparece muitos bêbados falando que precisam de dinheiro para voltar para TAL cidade, que tem filhos doentes etc. Quando percebemos que a pessoa realmente necessita, ajudamos, damos uma refeição.
    Mas quer ver o interfone tocar, tocar, tocar é quando a jabuticabeira, pitangueira (etc) dão frutos… aí é o dia todinho pessoas pedindo uma sacolinha.
    O ruim é que a pessoa quer NA HORA e daí se não tem ninguém para colher e pedimos para voltar sábado tal hora, a pessoa acha ruim. É mole?
    Empregada tem monte de coisa para fazer, não da tempo de ficar apanhando frutas pra todo mundo que vem pedir (e nem é função dela). E nem as outras pessoas da casa tem tempo.
    E tem gente que fica bravo achando que é obrigação. Aí quando o pedinte é mal educado meu pai já solta um : PLANTAR que é bom NINGUÉM PLANTA NÉ.
    Tem os insistentes que tentam pular o muro. Tá?
    (Não deixamos pessoas estranhas entrarem no pomar por questão de segurança)
    Ahh os intrometidos que tentavam pular o muro se deparavam com a Layla e a Luma (uma rotweiller faleceu há 5 meses) e quase enfartavam de susto.

    Esse comentário parece mais uma carta rsss.
    Bjos querida

  3. Carolina disse:

    Lilly, sou Testemunha de Jeová, kkkkkkkkkkkkkkkkkkk…..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s