33º livro de 2015 – Riquezas ocultas – Nora Roberts

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

Um livro antiguinho ( de 94) da Roberts que so chegou aqui em 2013.

Dora Conroy é dona de um antiquário e compra em um leilão peças que foram parar lá por engano e que na verdade eram destinadas a um poderoso contrabandista.

Em seu caminho surge o bonitão Jed Skimmerhorn, rico e bem nascido, mas que se tornou policial e abandonou a carreira por causa de uma tragedia familiar.

Jed abandona a mansão onde vive e vai morar num apartamentozinho alugado por Dora.

Muito romance, muita aventira e suspense, mocinho e mocinha vivem brigando, se beijando, etc, etc…no fim acaba bem

Um daqueles livros que voce escolhe pelo peso, pela capa e fica um pouco decepcionada ao final…

Publicado em livros | Deixe um comentário

32º livro de 2015 – Dançando sobre cacos de vidro – Ka Hancock

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

O primeiro livro, lindo e emocionante, de Ka Hancock, uma enfermeira com especialização em doenças pisquiatricas.

Lucy e Michael se conhecem e se apaixonam. Eles formam um casal lindo, mas por causa de seus históricos de doenças ( Lucy tem câncer de mama agressivo e Michael é bipolar) resolvem não ter filhos.

Ela já venceu uma batalha contra um câncer e Michael ja foi internado várias vezes em uma clinica psiquiatrica. Portanto não se acham em condições de cuidar  de uma criança.

 

Depois de 11 anos juntos, durante um exame de rotina para controle do câncer que sempre a espreita, Lucy descobre que está gravida.

O livro é narrado através da rotina de Lucy e por cartas de Michael, às vezes lucido, às vezes em delírio.

Um livro cheio de frases intensas, dolorosas…suaves.

“…todo casamento é uma dança: complicada às vezes, maravilhosa em outras. Na maior parte do tempo não acontece nada de extraordinário. Com Mickey, porém, haverá momentos em que vocês dançarão sobre cacos de vidro. Haverá sofrimento. Nesse caso ou você fugirá ou aguentará firme até o pior passar”. Página 99  ”

.

Publicado em livros | 2 Comentários

31º livro de 2015 – Mitford, Jan Karon

mitfordDe vez em quando eu releio algum livro, mais por curiosidade e para conferir como anda  a minha memória.

Quando peguei MITFORD, de Jan Karon, tinha certeza que o estava relendo.

E constatei que não me lembrava de muito…então ou eu não li, só pensei que li…ou o “alemao” ja começou a aparecer!

É um romance bem leve sobre uma pequena cidade, Mitford e seus habitantes.

O personagem central é o reverendo Tim, que aos 60 anos ainda é solteiro.

Tim se dedica a sua profissão, enquanto tenta ajudar todos a sua volta.

Mas sua vida pacata tem uma reviravolta. Do nada aparecem um orfão, um cão imenso e uma vizinha sedutora…

Como ele vai lidar com isso tudo é que vamos vendo a cada página deste romance cheio de cor.

Tim é o que qualquer ser humano deveria ser: ele é sensato, caloroso, se importa com as pessoas e tem senso de humor!

Aí descobri que Mitford é o primeiro volume de uma série …mas eu sou azarada mesmo!

A série ainda tem:

1. Mitford
2. Uma luz na janela
3. Estas colinas altas e verdejantes
4. A caminho de Canaã
5. Uma nova canção
6. A commom life: the wedding story (ainda não publicado no Brasil)
7. No coração da montanha
8. A vigília do pastor
9. Light from heaven (ainda não publicado no Brasil)

 

 

 

Publicado em livros | Deixe um comentário

30º livro de 2015- A Rosa da Meia Noite, Lucinda Riley

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

Eu ando apaixonada pelos livros da Lucinda Riley.

Acho que não só pelos livros,  mas tambem pela Lucinda, como pessoa, como escritora.

Eu vi um video dela em que ela conta como foi estar na Bienal do livro aqui no Brasil, e que se em todos os lugares que vai ela é bem recebida, aqui no Brasil ela vai ovacionada.

Ela contou da emoção de estar chegando perto do stand e sentir o carinho das pessoas, e chorar.

Quando escreveu As Sete Irmãs, ao final do livro, ela tambem conta como ela teve ideía da história quando estava na casa de amigos, em Ribeirão Preto, e durante toda a trama ela demonstra um amor e um carinho pelo nosso país.

Então é muito dificil não se envolver até a raiz dos cabelos em cada história tão bem contada.

Em A Rosa da Meia Noite, ela repete a receita de sucesso: uma história que se desenrola por 4 gerações, tendo como personagem central Anahita Chavan, nascida na India em 1900.

Mais que isso não conto. Leiam!

Publicado em livros | 1 Comentário

Paperman 3 D, um curta lindo da Disney

Uma animação curtinah da Disney pra derreter o coração mais empedernido.

será que mr.husband assiste?

Publicado em filmes | 5 Comentários

29º livro de 2015- O Retrato, Charlie Lovett

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

O Retrato,CharlieLovett,  412 páginas, Editora Novo Conceito.

Um livro excelente, que fala de pessoas que amam livros…

a ponto de matar.

Peter Byerly é um livreiro que ficou viuvo de seu primeiro e unico amor.

Sua esposa Amanda ainda esta no seu dia a dia…em sua tristeza, ele a ve em tudo e interage com ela, mas se afastou da familia dela e dos amigos que o prezam tanto.

Em uma das suas pesquisas por livros encontra o retrato de uma jovem que se parece muito com Amanda e decide pesquisar quem é a moça pintada a mais de 100 anos e quem é o pintor.

O livro vai e vem na história do casal, desde que se conheceram nos anos 80 até os dias de hoje.

E  tambem um periodo que abrange os seculos  XVI e XIX até hoje acompanhando um manuscrito atribuido a William Shakespeare.

Entranhada a historia do manuscrito está a briga de duas familis inglesas…um rolo!

Se querem saber muito sobre como muitas obras literarias foram falsificadas, e principalmente: Shakespeare existiu realmente???? ele foi o autor de todas aquelas obras ou foi o Conde de Oxford o autor delas??? este é o livro!

Ainda que este livro nao se preste a elucidar esta questão, é um bom tema a ser pesquisado.

Uma excelente leitura…e agora… a bomba: eu encontrei dois erros tao, tão crassos, que nao sei se é de revisão, de tradução ou o que.

Pesquisei outras resenhas pra conferir se algum outro leitor notou o mesmo que eu e não… os erros passaram batidos por todos eles.

Aliás, copiar a orelha não é fazer resenha não é, anyway, vamos aos erros.

Aqui nos tempos atuais, em 20 de fevereiro de 95 , Peter Byerly vai a casa do escritor Graham Sykes,  ( pagina 218) a unica pessoa capaz de informar quem é o pintor desconhecido que fez o retrato da mulher parecida com Amanda. A descrição de Graham é de “um homem que parecia bem capaz de se defender, com ombros largos, braços grossos que esticavam a costura da camisa de trabalho de flanela…seu corpo bloqueava por completo a porta…etc…etc…etc…”e ai a altura de Graham: 1,62.

O que? menor que eu???? ja imaginei alguem de 1,92…esta faltando uma cabeça ai a Graham.

Mas ok… fui em frente e chego logo a pagina 285, em 1876, quando Philip Gardner, casado por interesse com uma rica senhora, tem caso com Isabel, uma moça americana, muito interessante e culta. Deste caso resulta um filho, que Philip sabe que não poderá assumir, tendo-se em vista que se descoberto pela mulher, ele ficará sem o dinheiro dela.

Aí vem o segundo erro: Philp viu a criança uma vez na vida apenas, fugindo da casa onde se encontrava isabel e a criança assim que a ama se ausentou para levar o bebe para o quarto. Aí andando pelas ruas  de Londres, “Peter”e não Philip Gardner, “decidiu que não devia ver o filho de novo”.

Arráaaaaaaa! o que esta fazendo Peter Byerly ali, a mais de 100 anos atras???? uma escorregada feia, não sei de quem.

Apesar disso… adorei.

Publicado em livros | 1 Comentário

28º livro de 2015 – Aguardo sua resposta , Dan Chaon

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

Primeiro livro de Dan Chaon que leio.

Um livro super indicado por escritores como Peter Straub, eu tinha que ler.

De inicio se nota que são tres histórias  de pessoas com nada a ver entre si.

Começa com Ryan Schuyler sendo levado para o hospital pois sofreu um acidente e  sua mão foi decepada.

Lucy Lattimore, de 19 anos, que perdeu seus pais num acidente e se via condenada a uma vida mediocre ao lado de sua irmã, foge com seu professor do ensino médio.

Miles Cheshire sai novamente em busca de seu irmão Hayden, esquizofrenico.

Durante toda a narrativa, a história de cada um dos personagens vai voltando no tempo e ficamos conhecendo os motivos que os levaram a situação atual.

O leitor fica mesmo com a impressão que vão se encontrar lá na frente.

Mas poucas coisas ficam bem explicadas. É uma hisyória sobre roubo de identidade e personalidades miltiplas.

O livro é bom, mas fiquei um pouco decepcionada, eu esperava EXPLICAÇOES!!!!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

27º livro de 2015 – Código explosivo – Ken Follet

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

Luke acorda no chão frio de um banheiro publico. Ele não sabe quem é e como foi parar ali.Aliás, so sabe que seu nome é Luke pois outro mendigo o chama.

Aos poucos Luke que encontrando em si habilidades Incomuns para um mendigo.

Ao ler no jornal sobre o lançamento de um satélite, ele tem certeza de que faz parte daquilo.

É uma trama sobre amnesia e Ken teve a ideia  partir de um livro sobre um projeto real da CIA – secreto, naturalmente – no qual a agência tenta encontrar drogas que fariam as pessoas esquecerem.

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

26º livro de 2015 – Dois Rios, de T. Greenwood

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

Editora Novo Conceito, 488 páginas

Primeiro livro que leio de T. ( Tammy) Greenwood.

No começo do livro, em 1968, um crime é cometido , e tudo indica que existe o envolvimento de Harper Montgomery que hoje vive com sua filha Shelly em Dois Rios.

Sua mulher Betsy morreu no mesmo dia que Shelly nasceu, então cada aniversário é uma lembrança da dor que não abandona Harper.

Nesta trama que vai e volta conhecemos a infancia de Harper e de sua mulher Betsy, de suas familias, seus projetos e um pouco da história da época.

Harper é uma pessoa muito comum, e embora tenha acabado a faculdade, permanece na mesma cidade em que nasceu em um empreguinho mediocre, pois não consegue abandonar as pessoas que o ajudaram quando perdeu Betsy.

Um acidente de trem em Dois Rios traz uma garota grávida ate ele, Maggie, que  aos poucos vai demonstrando estar alí em Dois Rios por causa de Harper.

O que esta garota quer com ele, e o motivo, é o que vão fazer Harper perder o sono e relembrar toda a sua vida ate o crime no qual tomou parte.

Eu adorei, e a escritora tem um outro livro, “Um mundo brilhante”, que tambem parece ser ótimo.

Publicado em livros | 1 Comentário

25º livro de 2015 – As Sete Irmas, de Lucinda Riley

coisadelilly.wordpress.com

coisadelilly.wordpress.com

As Sete Irmas, Nunca deixe o medo decidir o seu destino, de Lucinda Riley

Editora Novo Conceito, 560 páginas.

Duas máximas que sigo na vida e que estão diretamente relacionadas a livros :“nunca julgue um livro pela capa“, da minha mãe, um aviso claro para que eu não me encante com as aparencias, ja que as aparencias enganam, etc, etc,etc…

e: “nunca escolha um livro PELA CAPA”, minha mesmo, que pode parecer igual a primeira sentença, MAS NÃO É.

Então este eu escolhi pela capa e que surpresa hein? Me dei bem.

Antes mesmo de começar a leitura, li na contracapa que era uma serie de SETE LIVROS, e que nem estão escritos ainda.

A historia começa com a noticia que o pai das seis moças faleceu.

Sim, são seis e não sete, pois segundo Pa Salt, a setima nunca foi encontrada.

Seis meninas adotadas, vindo cada uma de um lugar diferente.

Com a morte do pai, elas se reencontram na casa dele em Genebra, e onde tambem mora a irmã mais velha, Maia.

Ali cada uma recebe instruçoes de como serão suas vidas, onde cada uma tera estabilidade financeira para viver bem, mas que terão tambem que procurar ter autonomia e independencia.

Cada uma tambem recebe uma carta amorosa do pai, com uma frase e uma coordenada.

A farse é um conselho,e a coordenada é o local exato de onde cada menina foi adotada.

Quem quiser procurar sua familia, que procure…e neste primeiro livro vemos a historia de Maia.

Suas coordenadas vão dar exatamente no Brasil, e é para onde ela vem em busca de explicaçoes sobre sua origem.

Lucinda adora o Brasil e nota-se isso no jeito cuidadoso de escrever, onde ela relata nossos costumes.

Pára tudo: talvez voce como eu ja esteja cansado de ver filmes e romances em que as pessoas chegam ao Basil e aqui é sempre carnaval, e elas esbarram em um palhaço na rua que é sempre o criminoso disfarçado.

Em As Sete Irmas nao tem nada disso, voce se sente mesmo um turista no Rio.

A historia tem fatos verdadeiros como obra de construção do Cristo Redentor.

A historia de Maia é conhecida

E o livro acaba com um misterio… e ja sabemos quem é a proxima irmã a procurar o seu passado: Ally.

Publicado em livros | 2 Comentários