10º livro de 2017 – Fazendo Pose, de Claire Dederer

Só pra constar, eu já estou na 16ª semana do ano ( e vocês também) e só li 10 livros até agora.]

Deste jeito não tem como prosperar aquele meu plano de 50 livros por ano.

Ganhei este livro de uma amiga, e ele ficou lá na minha mini cômoda esperando na fila para ser lido.

Antes eu tivesse lido antes, pois me diverti muito. Não é apenas um livro, é a história de Claire Dederer mesmo!

SINOPSE : ” Quando Claire procurou a ioga, não sabia bem o que esperar. Queria aliviar a dor nas costas que a incomodava, ter um corpo mais forte e quem sabe, aquele brilho místico do olhar dos iogues. Com um misto de esperança e descrença, ela deu o primeiro passo rumo a um processo de transformação que jamais imaginara. Ressentida com o marido, exausta com a maternidade, irritada com a onipresença da mãe e oprimida pelas cobranças da sociedade, Claire estava vivendo um redemoinho de insatisfações. Mas como todos esperavam que ela fosse perfeita, vestia uma máscara de felicidade e seguia adiante. No entanto, a ioga a colocou frente a frente com suas emoções. Ao ter de permanecer imóvel numa postura, lutando contra o fluxo incessante de pensamentos, o inevitável aconteceu. A angústia que tanto escondia de si mesma veio à tona.

Ela percebeu que o esforço exagerado para superar as dificuldades de cada postura era uma metáfora de sua vida – uma luta constante para provar que era melhor do que de fato se sentia.
Esta é a história de alguém que superou seus conflitos por meio da ioga e uma fascinante introdução ao universo dessa prática milenar. É, sobretudo, um relato sincero, surpreendente e cativante sobre o casamento, a maternidade e a busca de si mesmo.”

A Claire do livro tem 30 anos, é casada com Bruce e tem uma filha linda de 18 meses, Lucy. Obcecada em ser uma boa mãe, abriu mão de um emprego normal e trabalha em casa, como escritora fazendo resenhas de livros para um jornal A Claire da vida real é uma jornalista que escreve artigos para revistas como a Vogue, The N Y Times, etc…

Tanta dedicação e de tanto carregar o enorme bebê pra cima  pra baixo acabaram dando como efeito colateral uma terrível dor nas costas e Claire busca na ioga um alivio.

A escritora narra a história por um período de 10 anos, em que mostra como através dos exercícios e meditação conseguiu também se libertar de assuntos mal resolvidos, como sua infância, a forte influência de sua mãe, antigos ressentimentos e brigas.

Tudo de uma forma bem humorada.

Publicado em livros | 1 Comentário

pequenos arrependimentos e uma taça de vinho

Blog da Reforma

outro dia a Paula Barreto, do blog Paula Kasasescreveu um post sobre as pedras do quintal dela.

ela se disse que se arrependeu a-mar-ga-men-te por ter escolhido as pedras ques esfarelam até mesmo ao serem lavadas.

e que agora ela vai ter que engolir isso pra sempre, pois trocar as pedras daquele quintal imenso ficaria uma fortuna.

apreciei a honestidade da Paulinha, pois conheço gente que prefere mentir do que admitir que errou na escolha de algo.

acho impossivel viver uma vida só de acertos.

eu, pelo menos, vivo errando.

porque fui comprar um terno branco se nunca iria usar?

porque não comprei uma cama king em vez da queen?

porque é que eu insisto em comprar palete de sombra se eu so uso marrom?

porque eu fiz instalação de ar no home office se ninguem fica lá?

ahhh e e porque eu fiz home office se cada um…

Ver o post original 370 mais palavras

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

9º livro de 2017 – #Falsiane, de Lucy Sykes e Jo Piazza

As escritoras são a ex-editora de moda da “Marie Claire” americana, Lucy Sykes e Jo Piazza, jornalista do site “Yahoo Travel“.
sinopse ” O que fazer quando a geração mais nova — mais descolada, mais ambiciosa, mais antenada — está de olho no seu cargo? É o que Imogen Tate, editora de uma grande revista de moda nova iorquina, está prestes a enfrentar. Após uma licença médica de seis meses, ela está de volta à redação, mas as coisas estão bem diferentes… Sua assistente de vinte e poucos anos aproveitou sua ausência para tentar derrubá-la do seu pedestal, roubar seu emprego e transformar a famosa Glossy em um aplicativo de celular! Avessa às tecnologias e sem sequer saber usar direito um iPhone, Imogen vai ter que correr atrás do prejuízo para desbravar o mundo virtual e provar que a experiência ainda vale muito — custe o que custar.”
1- que raio de nome é este…IMOGEN???
2- nada que eu nao tenha visto antes, gente passando a perna uma na outra…

Publicado em livros | Deixe um comentário

8º livro de 2017 – Sua Grande Chance, de Johanna Edwards

Danielle Myers, Dani, tem 28 anos e trabalha numa empresa pra lá de diferente: A Sua Grande Chance é uma empresa especializada em terminar relacionamentos…

Precisa terminar com um namoro, sair de um emprego, acabar uma amizade chata e não tem coragem? Contrate a SGC  que eles fazem isso pra você.

Como este trabalho não é lá muito fácil de ser explicado, Dani diz para a família que escreve conteúdos para sites.

No dia a dia ela é uma excelente profissional, mas problemas de familia fazem com que ela se esqueça da regra principal da SGC:

” Não se envolva pessoalmente. Está é a regra mais importante e deve ser seguida à risca, acima de todas as outras!”

Dani tem que lidar com as decepções alheias e resolver os problemas que arranjou tentando agradar a todos.

Este livro eu salvei de um saco enorme que estava molhado nos fundos do salão da minha cabelereira.

Confesso que nao botei muita fé nele… limpei o mofo…sequei…

E me preparei pra uma leitura leve…mas é bem divertido.

Publicado em livros | Deixe um comentário

7º livro de 2017 – As Lembranças de Alice – Liane Moriarty

 O segundo livro de Liane Moriarty que leio.

Depois de devorar Pequenas Grandes Mentiras, eu me demorei um pouco mais do que o necessário neste outro. Alice cai fazendo atividade física, bate a cabeça e …quando acorda pensa que está ainda em 1998, grávida de seu primeiro filho, num casamento feliz e uma reforma imensa na casa dos sonhos.

A realidade é que estamos em 2008, Alice já tem 3 filhos, sua casa é linda e ela própria não se reconhece neste novo corpo magro, elegante e esguio…

Os novos fatos vão atingindo-a a cada minuto: sua melhor amiga morreu, ela esta de divorciando de Nick, seu marido e amor da sua vida e pelo jeito já está namorando outro…

Alice se transformou numa pessoa que faz trabalho voluntário, cuida dos filhos como um sargento e é extremamente exigente consigo mesma.

A história toda é narrada sob tres pontos de vista que somados contam como foram os ultimos anos da vida de Alice: sua história em terceira pessoa, trechos do blog de sua avó  ( sim, Frannie, uma avó doce e postiça é uma blogueira!) e o diálogo de sua irmã Elizabeth com seu terapeuta.

Alice e Elizabeth não se falam a anos, mas  a irmã é a primeira pessoa a ser chamada quando o acidente acontece.

Ahhh, me irritou muito o fato de Alice permanecer tantas horas no hospital sem que ninguem fosse acudi-la…ex marido em outro país, o namorado…cadê?

Voltar para casa no dia seguinte e dar de encontro com o que a sua vida se tornou não é facil.

Logo a gente percebe que o acidente  era o que de melhor poderia ter acontecido a Alice… perder a memória a libertou de tantas atividades, tornou-a mais simples, menos exigente e mais suscetivel a erros…enfim, uma pessoa boa e comum.

E que esquecer e levar adiante as vezes é melhor do que remoer o passado.

Publicado em livros | Deixe um comentário

6º livro de 2017 – Marsha Mellow e Eu – Maria Beaumont

Amy é uma moça bem comum e trabalha numa revista que anda mal das pernas.

Um dia, inspirada em um namorado porra louca, ela escreve um livro.

Este livro estaria esquecido se sua irmã Lisa não o levasse para uma editora e … o livro é publicado sob o pseudonimo de “Marsha Mellow”, e faz um tremendo sucesso.

A grande duvida de todos é: quem é esta escritora? de onde veio???

Amy agora sofre pressão para se apresentar à midia e tambem escrever outros livros…mas ela não se sente à vontade  com nenhuma das duas situações.

Como contar aos pais e amigos que, que o livro mais famoso e tambem mais pornografico do mercado literário foi escrito por ela? Uma criatura sem graça e sem sal…

Um monte de aventuras engraçadas ( claro, este livro parece franquia dos livros da Marian Keyes) e um final surpreendente…

Publicado em livros | Deixe um comentário

5º livro de 2017 – O Testamento – Julie Garwood

 Um livro escolhido pela capa acreditam???

Eu estava viajando e encontrei um sebo… a capa me chamou a atenção… e como minha intuição é boa, eu não me decepcionei

Julie é assim um Johnh Grishan de saias… com um pouco mais de romance

SINOPSE : Quando o respeitado procurador Theo Buchanan do Departamento de Justiça passa mal em um baile de gala em Nova Orleans, a Dra. Michelle Renard age rapidamente para salvar sua vida. Logo Theo se vê em uma roda viva para salvá-la, quando Michelle vira alvo de uma quadrilha mortífera. Eles se denominam o Clube dos Semeadores, quatro elementos deletérios guiados pela ambição de acumular milhões em uma conta bancária secreta. Agora eles estão dispostos a silenciar Michelle para sempre, pois ela pode conhecer o segredo por trás da morte piedosa da esposa de um deles. Escapando por entre um homem da mais alta classe e um bando de criminosos astuciosos, Michelle e Theo caminham na corda bamba entre a paixão e a sobrevivência.

Achei que em algumas partes o livro se arrasta…

Publicado em livros | Deixe um comentário

4º livro de 2017 – Pequenas Grandes Mentiras – Liane Moriarty

 Eu fui pega de surpresa por esta mini série da HBO, Big Little Lies,  com excelentes atrizes: Nicole Kidman (Celeste)  Reese Whiterspoon (Madeline)  e Shailene Woodley (Jane)

Os dois primeiros capitulos atiçaram minha curiosidade, mas como sei que durmo na frente da TV aproveitei a promoção da semana da mulher da livraria Saraiva e comprei o livro por 19,90!!!

Já no início da série e do livro fica-se sabendo que  “alguem morreu”…e que foi um assassinato.

Os fatos voltam a cinco meses antes do assassinato, e são intercalados com depoimentos das testemunhas.

A duvida é : quem morreu????

E durante todo o livro a gente fica tentando adivinhar o que aconteceu.

Conseguiu prender minha atenção do inicio ao fim.

Ahhhh e agora estou assistindo a série!

Publicado em livros | Deixe um comentário

3º livro de 2017 – As Espiãs do Dia D – Ken Follet

Eu demorei exatos 28 dias , ou seja fevereiro inteiro… para ler este livro do Ken Follet.

Embora interessantíssimo eu fiquei com medo que a personagem principal, Major Felícia Clairet morresse!

Sinopse: Segunda Guerra Mundial. Na fúria expansionista do Terceiro Reich, a França é tomada pelas tropas de Hitler. Os alemães ignoram quando e onde, mas estão cientes de que as forças aliadas planejam libertar a Europa.Para a oficial inglesa Felicity Clairet, nunca houve tanto em jogo. Ela sabe que a capacidade de Hitler repelir um ataque depende de suas linhas de comunicação. Assim, a dias da invasão pelos Aliados, não há meta mais importante que inutilizar a maior central telefônica da Europa, alojada num palácio na cidade de Sainte-Cécile.Porém, além de altamente vigiado, esse ponto estratégico é à prova de bombardeios. Quando Felicity e o marido, um dos líderes da Resistência francesa, tentam um ataque direto, Michel é baleado e seu grupo, dizimado.Abalada pelas baixas sofridas e com sua credibilidade posta em questão por seus superiores, a oficial recebe uma última chance. Ela tem nove dias para formar uma equipe de mulheres e entrar no palácio sob o disfarce de faxineiras.Arriscando a vida para salvar milhões de pessoas, a equipe Jackdaws tentará explodir a fortaleza e aniquilar qualquer chance de comunicação alemã – mesmo sabendo que o inimigo pode estar à sua espera.

Como todo livro de Follet, imperdivel!

 

Publicado em livros | Deixe um comentário

2º livro de 2017 – Cruzando o Caminho do Sol, de Corban Addison

SINOPSE: “Sita e Ahalya são duas adolescentes de classe média alta que vivem tranquilamente junto de seus familiares, na Índia. Suas vidas tranquilas mudam completamente quando um tsunami destrói a costa leste de seu país, levando com suas ondas a vida dos pais e da avó das meninas. Sozinhas, elas tentam encontrar um modo de recomeçar a vida. Mas elas não devem confiar em qualquer um…

Enquanto isso, do outro lado do mundo, em Washington, D. C., o advogado Thomas Clarke enfrenta uma crise em sua vida pessoal e profissional e decide mudar radicalmente: viaja à Índia para trabalhar em uma ONG que denuncia o tráfico de pessoas e tenta reatar com sua esposa, que o abandonou.

Suas vidas se cruzarão em um cenário exótico, envolto por uma terrível rede internacional de criminosos.

Abrangendo três continentes e duas culturas, Cruzando o Caminho do Sol nos leva a uma inesquecível jornada pelo submundo da escravidão moderna e para dentro dos cantos mais escuros e fortes do coração humano” 

É o primeiro livro de Corban Addison, tambem advogado, como John Grisham, que faz um comentário de peso na capa do livro:

 “Desde que meu primeiro romance foi publicado, há mais de vinte anos, tive várias oportunidades de endossar o trabalho de outros autores em busca de um editor. Sempre recusei, até agora. Addison rescreveu um romance belíssimo com uma importante mensagem. Cruzando o Caminho do Sol merece ser lido por muitas pessoas.”

Uma história linda. Em alguns momentos me senti revoltada diante do destino das duas irmãs, mas a sociedade em que elas vivem desvaloriza tanto a mulher que é como se não valessem nada mesmo.

O que não é motivo para que aceitemos as mutilações, a miséria e o trafico de pessoas. Este tráfico gera bilhões de dólares em lucros para quem explora estas pessoas, forçando-as ao trabalho forçado e à prostituição.

Apesar de ser uma ficção, o autor se baseou em relatos reais, e se no livro as organização são ficticias, existem várias pelo mundo que lutam pela justiça social.

É inconcebível que ainda hoje exista a escravidão de seres humanos.

Durante a leitura vemos que qualquer cidadão pode ajudar em qualquer que seja a causa usando os recursos que tem, e o primeiro e o melhor é DIVULGANDO!

Quanto mais divulgamos, mais pessoas conseguiremos sensibilizar. Contribuir financeiramente também é importante, não importa o valor, qualquer quantia já ajuda as organizações.

E principalmente, independente da sua profissão, tem como direcionar seus talentos para as causas pelas quais você luta.

Como Grisham disse: “merece ser lido por muitas pessoas.”

Publicado em livros | Deixe um comentário