como eu encontrei minha alma gemea

a Lidi do Bicha Femea fez um post romantico, e pra isso fez uma enquete.

ela perguntou para as amigas: como voce encontrou sua alma gemea?

e eu fiquei pensando se contava ou não como tinha conhecido o Armando, que voces conhecem por Mr Husband.

afinal foi um encontro simples, um acaso, mas já haviamos nos cruzado várias vezes nesta cidade tão pequena.

mas eu gosto de relembrar momentos. guardo meus momentos em frascos pequenos, como perfumes. quando quero revive-los, destampo o frasco e aspiro aquele momento com todas as suas lembranças e sensações.

escrevi alguma coisinha e mandei pra Lidi.

depois reli e vi que faltavam fatos importantes que deram mais significado ao nosso encontro e reescrevi.

e publico aqui tambem.

então, se querem saber mesmo como encontrei minha alma gemea…

eu encontrei o homem que eu não sabia ainda que viria a ser meu marido, abrindo um cadeado!

eu já estava atrasada para o meu plantão ( serviço voluntário no CVV), e lutava para abrir um cadeado, quando ouvi:

_OOOI.Tudo bem?

olhei pra cima e um moço louro e bonito, sorridente, estava sentado em cima do murinho da casa ao lado.

respondi “Tudo bem”, sem muita certeza de conhecê-lo.

_voce não é namorada do *…?

_e r a.

_ahhhhhhhh…

_olha eu tenho que entrar pois está dando meu horário.

_ok, eu posso entrar e conversar um pouco?

_sim, mas se o telefone tocar eu tenho que ir para a outra sala e atender ok? e pode demorar.

e ele entrou junto e se sentou na salinha

conversamos bastante, e aí percebi que já havia visto este rapaz algumas vezes na Choperia Gauchopp, quando uma amiga me chamou a atenção pra ele dizendo:_ esse Armandinho é bonito hein???

e eu_hummmm não faz meu tipo. ( ah tá…)

tambem ví o moço numa briga que teve na boatinha do clube, mas estava uma muvuca, que nem prestei atenção (credo, falando assim, voces vão pensar que frequento lugares-puxa-faca, mas foi uma briga de rapazes numa boate teen muito conceituada nos 80′s aqui)

bem, fomos relembrando das vezes que passamos um pelo outro, fomos nos conhecendo, vendo os amigos em comum, e ele me disse que tinha uma impressão diferente de mim, pois me via sempre séria e vestida de preto (anos 80, todo mundo usava muito preto), mas que uma amiga em comum havia dito que eu era muito interessante, que lia muito, que tinha um papo ótimo e que ele iria gostar de me conhecer ( não é???)

agora ele via que eu era engraçada, nada metida como ele havia imagimado, o que era uma pena, pois ele estava voltando para São Paulo.

 então me deu o fone e pediu pra eu ligar se por acaso fosse pra lá.

ahhh então ta né?  era bom demais pra ser verdade: o cara era lindo, inteligente, bom emprego,  estava interessado em mim e ía embora!

e eu nunca ía pra SP naquela época…me conformei achando que nunca mais veria o moço.

PS: durante todo o tempo que conversamos muito, o telefone não tocou uma só vez…me digam se isso não é um sinal.

e não é que na semana seguinte eu fui a SP prestar um concurso?

fiquei na casa de uma tia e liguei pra ver se ele ainda lembrava de mim.

ele ficou feliz em falar comigo e me chamou pra sair com mais umas amigas dele de Araçatuba, umas 4 moças ele disse.

eu hein??? nem conheço o cara direito e vou sair com 4 amigas dele que vão me medir de alto a baixo a noite toda? sei bem como é ciúme de amiga…

não mesmo!  recusei delicadamente, inventei um aniversário na familia, e marcamos pro dia seguinte.

e no dia seguinte saímos  eu e ele, mais duas primas, mais duas amigas das primas

!!!

deu na mesma do que teria dado sair com as amigas dele…é o que dá cuspir pra cima…cai no olho!

no restaurante ele sentou na ponta e as mocréinhas já sentaram uma de cada lado dele.

sobrou a outra ponta da mesa onde sentei, mas ficamos conversando de longe, ignorando quem estava ao lado.

no dia seguinte nos encontramos para um cinema e ele perguntou se eu preferia uma comédia ou um filme de terror.

esperta, notei que era muito mais fácil me aproximar dele se o filme me “deixasse assustada”.

então escolhi A Hora do Espanto (Fright Night) com aquele Chris Sarandon, lindo de morrer…

eu odeio filmes de terror né, mas cada vez que aparecia um vampiro, Mr Husband, na época provavel Mr Boyfriend me abraçava…que inocente ele.

depois demos umas voltas e comemos pastel num posto de gasolina que era um point onde as pessoas íam no final da tarde.

fomos pra casa dele conhecer meus futuros cunhados, mas eles não estavam, então ele me trouxe de volta para a casa da minha tia, nos despedimos, tudo muito bonitinho  e decente, e voltei pra Araçatuba.

the end.

THE END??? the end o escambau!!!!

algumas semanas depois disso ele voltou parta Araçatuba e me procurou.

 saímos, aí já sem acompanhantes, amigas e primas.

começamos a namorar e aí um dos primeiros lugares que fomos foi justo na casa daquela  moça que havia dito a ele que “eu era muito interessante, que lia muito, que tinha um papo ótimo e que ele iria gostar de me conhecer “.

ele me disse que era super amigo dela e da familia dela.

 só que na verdade a tal moça é quem estava SUPER  interessada nele, e disse todos aqueles elogios a meu respeito só pra se fazer de boa.

ela só não imaginava que ele um dia ía me conhecer de verdade, e ainda por cima,  gostar né?

então…a tal moça olhou incredula pra gente, e quando caiu a ficha, de que eu e o lindo estavamos namorando, ela cortou relações conosco, fo-re-ver!

até hoje cedo nunca mais falou com a gente.

uai!!! se ela mesma falou pra ele que eu era interessante ué…kkkk

 (então não deem de boazinha e saiam por aí elogiando concorrentes pois voces não sabem o dia a amanhã…não precisa meter o pau na pessoa, fiquem neutras…se conseguirem)

então tá! meus pais adoraram o rapaz com cara de bom moço, nossos amigos eram em comum e estão com a gente até hoje, inclusive o meu ex namorado que se casou com uma amiga que eu adoro.

convivemos todos juntos numa boa, mas isso é assunto de outro post.ou não…

 em três meses eu e o Mr Boyfriend noivamos, e ele foi promovido a Mr. Fiance.

 e 3 anos depois casamos.

 os dois de branco…

eu que nunca me imaginei casada, com filhos, só passei a imaginar isso depois de conhece-lo.

só com ele consegui visualizar como seria meu futuro, nossa casa linda, eu e ele e três meninas lindas, morenas, de cabelo lisinho e preto.

deu tudo certo.  menos as meninas, que nunca vieram.

no lugar delas, nasceram dois lindos rapazes, que são a minha paixão.

acho que são eles que vão me dar as lindas meninas em forma de noras e netas.

briguinhas? existem sim, e como. mas fazemos as pazes.

conversamos muito e buscamos o respeito mutuo.

ahhh eu dou umas enroladas nele quando quero alguma coisa, entro com pacotes escondidos, escondo o que compro, minto sobre preços, as artes dos moleques, esqueço de contar umas coisas, mas ele entende, pois eu faço isso pra poupa-lo de chateações.

ele por outro lado faz o lado bravinho, o chato, o mal humorado, o que mete medo e tal, mas na hora do “vamovê ” é gato como o keith.

e aí estamos nós: 21 anos de casados. e rimos muito juntos!

acho que é o segredo da relação: a gente trabalha, luta, conversa e se diverte.

dica da Lilly: vão correndo procurar um cadeado pra chamar de seu! quem sabe pertinho dele não tem um mr husband procurando por voce?

About these ads

Sobre coisadelilly

mulher, mãe e esposa, workaholic; uma inconformada com a situação mundial; uma pessoa que ama cães, caminhar, ir a liquidações, comer jujubas; viciada em seriados americanos; prendada mas sem tempo de colocar em pratica suas habilidades; desprovida de inveja e más intenções; uma pessoa que adora joaninhas, pink, flores, romantismo, craft, musica; um pé no presente, um no passado, a cabeça no futuro; uma pessoa nada facil; que tenta se livrar do saco de ossos de vidas passadas, que vive o agora; que esqueceu o que não devia e lembra o que não quer; uma pessoa na versão enciclopédica 2.0 que não pode ser resumida.
Esse post foi publicado em eu e ele. Bookmark o link permanente.

21 respostas para como eu encontrei minha alma gemea

  1. Pingback: enquanto isso no outro blog… « Blog da Reforma

  2. diasadois disse:

    Adorei esses dois últimos posts! É interessante como achamos o que não estamos procurando. Digo sempre pra minhas amigas que esse negócio de procurar namorado não tá com nada, que tem que ser feliz sozinha, viajar, ler… mulher assim é irresistível, e alguma hora o futuro marido aparece…rsrsrs
    E no trabalho virei consultora de obras e decoração… vai entender?! E o povo não sabe da existência do blog… simplesmente acham que sei onde se encontra todos os materiais possíveis com o menor preço da cidade… será que acham que porque sou mão de vaca?? hahahahaha

    Beijos!!!

  3. Silvana Fabbri disse:

    Adorei isso … aliás, todos os casais que eu conheço sempre pergunto: como vocês se conheceram??? rsssss …. Lilly, nós tb casamos os dois de branco …. o falecido estava com gravata e aquela faixa na cintura “vermelha” … até que ficou bunitinho rsssss… beijos a vocês dois e que vivam felizes para sempre!!!!!
    Beijokas

  4. Eu adoro histórias de amor,principalmente quando gera uma família…..parabéns Lilly!Vc Merece!

  5. Adriana disse:

    Me emocionei com o jeito que vc contou a sua história de amor. Ficou parecendo aqueles comerciais que eu adoro, cheio de historinhas. Me encantei!

  6. Emi disse:

    Que ilustração legal para descrever o encontro com sua alma gêmea(your husband). Em um de seus primeiros sucessos Open your Heart – Madonna há o seguinte trecho – One is such a lonely number – Um é um número tão solitário. Quem sabe um dia encontre minha alma gêmea, chega uma hora que amor de pai, mãe, sobrinhos, irmãos e família inteira não são suficientes né não??? Abração prá ti!!! da Emi.

  7. Danielle Pepe disse:

    Amei a sua narrativa de como conheceu Mr Husband. O mais legal é ver como vcs são realmente feitos um para o outro. Eu estava fechando (kkkk) um cadeado quando conheci o meu Mr Husband, um dia te conto a história muito engraçada. Bjs.

  8. Eliane Comin disse:

    adorei!!!! ontem mesmo pensava em como é bonito o casamento: vc escolhe alguém com quem deseja dividir a vida, me diz se não é algo lindo, de Deus!?!?! e vc tem que aprender a dividir tudo, as alegrias, as tristezas, superar as dificuldades e adversidades, crescer juntos e juntos formar uma família… e dia após dia, por tudo e apesar de tudo vc ama essa pessoa, e tenta fazer com q ela seja feliz e que vcs continuem dividindo tudo… é mto legal qdo esse dividir a vida dura a vida toda!!!!
    abraço pra vc Lilly,

    Eliane
    Cascavel/PR

  9. Maira Uyara disse:

    Muito fofa a história! No finalzinho, onde vc diz “acho que é o segredo da relação: a gente trabalha, luta, conversa e se diverte”, concordo plenamente contigo. Estou com meu querido há quatro anos e é isso que a gente tem feito… Espero chegar aos 21 como vocês e mais e mais… Pode se considerar um exemplo, mulher!
    Bjos!

  10. Andrea disse:

    Adorei sua história…me deu mais vontade ainda de encontrar a minha alma gemea…

  11. GLEICY disse:

    Muito bom quando encontramos a pessoa certa né Lilly…
    Comigo não foi assim de 1° rsrsrs… Tive que sofrer maus bocados na companhia do 1° para depois vir a recompensa e .
    Linda sua História…Felicicdades.
    Bjs,bjs.

  12. Oi Lilly adoro histórias de amor, vivi uma intensamente e infelizmente meu esposo faleceu. Agora estou tentando denovo e como vc mesma disse brigas existem, mas fazer as pazes, conversar e se divertir é fundamental. Tomara que agora eu consiga ter pelo menos uns 21 anos a frente!!! Bjos parabéns!! Sua História é linda!!

  13. eliene vila nova disse:

    oi amiga
    impressionante como o amr acontece quando menos esperamos,vocês já estavam destinados a se encontrar,que lindos.
    saudades imensas de você,pois sabes que meu carinho por você sempre foi verdadeiro.
    obrigada pela linda mensagem
    te adoro
    beijos

  14. ana maria disse:

    Lilly

    Que maximo a tua história..ahaha
    Eu não gostava de galegos, como chamamos loiros aqui, e acabei casando com um também…rs

    bjuu

  15. Nubia Brito disse:

    Eu não tinha lido este post ainda! Linda história, que Deus abençoe sempre sempre vcs!

  16. Lúcia Soares disse:

    Oi, Lilly.Já tinha lido sua história, mas não comentei na época. Duas coisas em comum: 1) meu marido tb se casou de terno branco. 2) Minha amiga o viu, no meio da igreja, numa missa, e o mostrou a mim e como ele é louro, falei pra ela: não faz meu tipo, não gosto de louro…rsrsr
    Meu ideal de homem era um ator de fotonovelas (vai dizer que nunca leu??!! rsrs), italiano, moreno, lindo, chamado Sandro Moretti. Nunca me imaginei casada com homem louro. rsrs Coisas da vida… Adorei sua história, a minha também foi meio movimentada, nos encontramos uma vez, separamos e 3 anos depois nos vimos de novo e dessa vez deu. (Deu certo, viu?..).

  17. ana maria disse:

    Oi lilly, me diverti como na primeira vez que li. Adoro teu jeito de escrever!!!!
    só não consegui ver a foto, , não tá aparecendo, mas tempo om os anos 80 inicio dos 90.!!
    Parabéns e que vcs continuem assim felizes!!!!! bjoooo

  18. ju disse:

    Adorei Lily!!! Que divertido! hahahahah eu conheci o meu marido em uma rede social… uma hora eu conto em forma de post….. fico feliz por vcs! E que perdure por muito tempo!! Adoro histórias de amor! bjks

  19. Pingback: a minha e a sua…alma gemea | Isso é coisa de Lilly

  20. Adriana Bermal disse:

    oI lLily!!! Adorei a sua história….No final dos anos 80, tbm conheci um rapaz lindo, louro, olhos azuis, um verdadeiro anjo… Estavamos eu e uma amiga indo visitar dois irmãos tbm amigos nossos e no caminho ela me falou de um rapaz que trabalhava com o irmão dela. Ela me contava como ele era lindo, cabelos compridos, adorava um cabeludo, rsrs… enquanto ela me contava sobre ele, meu coração disparou, fiquei perplexa, e então ela deu um grito e disse: ele está do outro lado da rua…Ele atravessou e coincidentemente tbm estava indo na casa dos nossos amigos…o mais curioso foi o que eu senti ao olhar em seus olhos, tive a certeza de que ele era o homem da minha vida. Namoramos, ficamos noivos, porém as energias negativas foram mais forte e nos separamos… Desde então, de um jeito ou de outro, a gente se encontra, e desencontra. tem sido assim…. Nosso ultimo encontro de deu no ano passado pelo facebook, mas não sei porque ele não fala comigo. Mesmo assim, consigo sentir sua presença, seu calor, sempre tenho a impressão de que ele está aqui comigo…ás vezes mando msg, ele não responde, mas não consigo ver isso como rejeição, não sinto isso, entende…Bem, hoje estou casada, tenho dois filhos, ele tbm está com alguém, mas mesmo assim, tenho certeza de que ele é o homem da minha vida e um dia ainda ficaremos juntos e felizes! bjus

  21. A-D-O-R-E-I! Que história de amor mais linda, família é a base de tudo, que vcs sejam sempre muito felizes!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s