Prof. Luis Marins- Não tem, não dá, não pode

Sou fã dos artigos do prof. Luis Marins Fº, das palestras, livros e programas tambem. Na minha opinião, nenhum dos palestrantes atuais (gente , ele não é apenas um palestrante, vão lá ver o curriculum do homem…um espanto!) vai tão rápido ao ponto, sem usar aqueles  recursinhos de fotinhas de cãezinhos e musiquinha suave pra emocionar a plateia.

 As palestras são honestas, sem parecer show.

Os artigos sempre curtinhos, caem como uma pedra sobre uma poça de lama, e os respingos ficam lá, na nossa mente e na nossa consciencia…nos fazem refletir.

Este artigo Não tem, não dá , não pode, eu sempre envio para as classes do curso D.E.F. on line. Salvei aqui no meu compu e sempre que aparece a chance eu envio mesmo. Pois as pessoas inventam desculpinhas esfarrapadas para não fazer, esticar prazos, embaçar.

Pois este não tem-não dá-não pode  até nós usamos às vezes , sem querer, e o motivo é um só: procrastinação, ou PREGUIÇA.

Para quem quiser ler mais artigos do Prof. Luis Marins, vá no Antropos, ou aqui

e leiam este excelente artigo e fiquem à vontade para comentar.

“Não tem, não dá, não pode

Escrito por Luiz Marins   

Pergunto à balconista se na loja tem tal produto. Ela diz: “não tem”. Pergunto ao eletricista se dá para colocar uma tomada extra junto à geladeira. Ele diz: “não dá”. Pergunto ao advogado se tal coisa pode ser feita. Ele diz: “não pode”.

Já recebi muitos “não tem, não dá e não pode” que tinham, davam e podiam. De preguiça de procurar o produto no estoque, o balconista diz que não tem. De preguiça de arrastar a geladeira, subir no forro e puxar a dita tomada, o eletricista diz que não dá, que a rede não suporta a carga. De preguiça de consultar a jurisprudência, o advogado diz que não pode. Se batermos o pé e ficarmos firmes em nossa decisão, vemos que não era bem assim. “Ter, tem”, me disse o balconista, “mas está lá no alto…”. “Que dá, dá”, me disse o eletricista, “mas o seu forro é baixo demais”. “Poder, pode”, me disse o advogado, “mas eu não conheço bem a legislação trabalhista”.

Todas as vezes que alguém lhe disser não tem, não dá e não pode, desconfie e confira. Pergunte novamente e insista e você verá que muitas vezes tem, dá e pode.

A maneira mais fácil de fugir de uma responsabilidade ou de um serviço é dizer não. E você conhece as dezenas de variantes destes não tem, não dá e não pode. É a secretária que diz que já ligou centenas de vezes e não encontrou a pessoa. É o motorista que diz que não dá tempo de fazer a entrega naquele dia. É a costureira que diz que é impossível fazer aquela barra de saia. É o dentista que diz que aquele seu dente, só extraindo mesmo. É o médico que afirma que isso é caso de cirurgia e não tem outro jeito. É o mecânico que diz que o motor de seu carro está fundindo e que não pode fazer nada e o auto-elétrico que diz que aquela lâmpada queimada de seu carro não existe mais. Será??

É sempre mais fácil dizer não tem, não dá, não pode, assim como os famosos não sei, não vi, não conheço, não estava lá, não é da minha alçada, não é da minha área ou do meu departamento.
Será que não estamos sendo vítimas de pessoas pouco comprometidas em solucionar nossos problemas, simplesmente dizendo não tem, não dá, não pode? Será que em nossa própria empresa isso acontece? Será que nós próprios não dizemos não tem, não dá, não pode, quando o tem, o dá e o pode exigem muito trabalho e um comprometimento extra?

Pense nisso. Sucesso!”

About these ads

Sobre coisadelilly

mulher, mãe e esposa, workaholic; uma inconformada com a situação mundial; uma pessoa que ama cães, caminhar, ir a liquidações, comer jujubas; viciada em seriados americanos; prendada mas sem tempo de colocar em pratica suas habilidades; desprovida de inveja e más intenções; uma pessoa que adora joaninhas, pink, flores, romantismo, craft, musica; um pé no presente, um no passado, a cabeça no futuro; uma pessoa nada facil; que tenta se livrar do saco de ossos de vidas passadas, que vive o agora; que esqueceu o que não devia e lembra o que não quer; uma pessoa na versão enciclopédica 2.0 que não pode ser resumida.
Esse post foi publicado em coisas que gosto. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Prof. Luis Marins- Não tem, não dá, não pode

  1. Nelida Capela disse:

    Não deixe de ler Bartleby, o Escrivão, de Herman Melville.

  2. nelcia disse:

    professor Marins não me canço de lhe ouvir, cada palestra é uma lição ou seja sempre digo: de tudo se aprende alguma coisa, basta saber entender e aplicar

  3. Mafalda disse:

    amo e sou apaixonada por palestras sempre que posso,estou acompanhando
    o professor Martins é um palestrante que não te deixa duvidas ele dá
    certeza como voce deve ajir

  4. Professor Marins,

    Tenho o senhor em alto estima e realmente é possuidor de uma capacidade extraordinaria de escrever, palestrar e ser consultor.

    No progama de hoje, domingo, o senhor falou algo que é contra meus principios.

    Dizer PATRÃO nos dias de hoje é ofender.Use Chefe,Supervisor,Encarregado e/outros. É discriminar.

    Esse é o meu modo de ver.

    Obrigado e cumprimentos

    não use jamais a palavra PATRAO e sim chefe,supervisor,encarregado ou outro.
    isso é discriminação
    minha opinião.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s